Cuidar da Carreira: um caminho para o bem-estar e a identidade pessoal

Por Brena Fritzen

O mundo contemporâneo é marcado por transformações profundas e uma das esferas mais impactadas é o trabalho — que não é apenas uma forma de subsistência, mas um elemento central na vida das pessoas, muitas vezes definindo suas identidades. Ao nos apresentarmos, é comum acrescentarmos nossa profissão ao nome, demonstrando a relevância dessa dimensão na nossa existência. A escolha profissional é um ato de projeção, uma visão da pessoa que desejamos nos tornar.

Etimologicamente, a palavra carreira vem do latim carraria, que significa padrão, trajetória ou caminho. Assim, a carreira seria definida como a sequência de ocupações e papéis na trajetória de um indivíduo por meio do curso de sua vida.

Historicamente, a concepção de carreira era associada a um desenvolvimento linear e estável dentro de uma organização, representando a carreira objetiva. No entanto, a partir dos anos 1970, surge a carreira subjetiva, desvinculada de um local de trabalho específico e marcada por negociações contínuas entre indivíduo e trabalho. 

Com a modernidade líquida, novos modelos de carreira emergiram, incluindo um aumento significativo de trabalhadores autônomos, temporários, diaristas, contratados independentes e empreendedores. Embora esses trabalhadores tenham certa autonomia, muitas vezes enfrentam desafios diferentes em termos de reivindicações e estabilidade.

Carreira, identidade pessoal e autocuidado

Pensar em carreira hoje implica entender um processo em constante movimento, refletindo a construção da identidade pessoal ligada ao trabalho. Estudos contemporâneos sobre carreira interna e subjetiva destacam a necessidade de novas formas de autocuidado. 

Cuidar da carreira envolve estar atento e intencional no desenvolvimento profissional, uma maneira de cuidar de si mesmo em direção ao bem-estar e saúde.

Saúde é um estado de bem-estar físico, mental e social em que a saúde mental é uma parte integrante crucial. 

“Saúde é também a capacidade de liderar uma vida plena, envolvendo relações interpessoais, educação, trabalho e lazer com autonomia e tomada de decisões conscientes no cotidiano. “

Sendo assim, cuidar da carreira é parte integrante deste amplo conceito de saúde, permitindo a construção de uma vida plena e o cuidado com nossa saúde física, mental e social.

Na contemporaneidade, o desafio para estudantes e trabalhadores é construir uma identidade de trabalho estável que sirva como base em um mundo em constante transformação. 

“Cuidar da carreira é, portanto, uma maneira essencial de cuidar de si mesmo.”


Envolve engajamento intencional, autonomia e originalidade no desenvolvimento da sua trajetória profissional e na construção de uma identidade de trabalho alinhada com todas as dimensões da vida, refletindo uma prática de autocuidado vital nos dias de hoje. Ao cuidar de nossa carreira, estamos, de fato, cuidando de nós mesmos, caminhando em direção a uma vida plena e ao bem-estar físico, mental e social.

Brena Fritzen é acadêmica de psicologia e estagiária da Light Source.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

doze + quatro =