sucessão-na-gestão

Sucessão: pessoas no centro da Gestão

Há tempos as organizações deixaram de focar exclusivamente em produtos/processos e dedicam importância a outro aspecto: o fator humano. A administração deixa de ser um processo de “comando e controle” de cima para baixo e experimenta doses maiores de “delegação de poder” onde as pessoas tomam decisões significativas em seu escopo de responsabilidade.

Para que se evolua na delegação de poder é condição necessária que a organização tenha clareza sobre as competências que a torna diferenciada no mercado (core competence) e também sobre as competências funcionais esperadas em cada nível hierárquico. A partir deste cenário é possível desdobrar políticas e práticas que darão
“luz” a execução da estratégia organizacional, como:

· Avaliações de desempenho, que retrata a eficiência organizacional quanto a manutenção do negócio, através dos resultados de curto prazo, e,
· Estabelecimento de um plano de sucessão, que retrata uma
visão de sustentação e de crescimento.

Em um mercado complexo e dinâmico, ter um plano de sucessão para posições estratégicas é questão de sobrevivência. Mapear as funções e dar visibilidade sobre os fechamentos de ciclo, resulta em uma fotografia clara do grau de risco ao qual a estrutura atual e de longo prazo podem estar expostas. Esta fotografia dá à organização uma capacidade de reversão e de maior segurança nas decisões quanto a movimentos organizacionais necessários.

O “plano” é o começo, é preciso criar uma cultura de sucessão apoiada por toda liderança. O mapeamento dos sucessores, seus resultados, seu potencial, seu processo de desenvolvimento e os movimentos estruturais, bem como novas entradas e saídas, devem ser acreditados genuinamente por todos os níveis e constituem pauta fixa de discussão nas reuniões estratégicas de alta gestão.
É nesta linha que acreditamos na evolução e na transformação das organizações por meio de modelos onde as “pessoas” são o foco e estão no centro da gestão.

Juliana Schwaab, Consultora Sênior da Light Source

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte + doze =