Governança Corporativa: uma jornada que conecta passado, presente e futuro

Por Léia Wessling

O começo da jornada pela Governança Corporativa é estimulado por diferentes razões. Nesse contexto, uma premissa é essencial: “Governança não é um caminho, mas uma jornada que acontece agora”.

Ao começar a Jornada da Governança, uma questão é importante: como conectar passado, presente e futuro na Governança? Enumero a seguir cinco perguntas que gestores e empreendedores e podem e devem fazer para ajudar a refletir sobre as práticas da governança:

1)  Presença e percepção do impacto que sua empresa traz para a sociedade.

  • Inovação conversa com legado?

2) As Sociedades Anônimas trazem a demanda pela governança regulamentada.

Foi assim com a WEG, hoje uma gigante mundial, e pode ser com a sua empresa. É a atitude das lideranças empresariais que traz a governança efetiva e voltada para o crescimento.

  • O apetite da liderança por governança é equivalente ao apetite pelo crescimento?

3) A Jornada de Governança começa pela profissionalização.

Formalização de relatórios gerenciais, auditoria, Código de Ética, Conselho Consultivo, comitês, Estratégias de Carreira e Sucessão.

  • Como está a profissionalização na sua empresa?

4) Sistema de governança eficiente

O sistema de governança é mais eficaz na medida em que o CEO e conselheiros atuam de maneira próxima, entrosada e integrada. Perguntas qualificam a tomada de decisão.

  • Como é o entrosamento entre CEO e conselho?

5) Ciclos de vida da família empresária

Os ciclos da família empresária, bem como sua expansão e dinâmica, determinam a necessidade dos instrumentos de Governança Familiar. Mas a sua organização se dá nas dimensões da Gestão do Negocio, da Sociedade/Propriedade e da Gestão da Família/Reputação e Coesão.

  • Qual é a identidade familiar e como os talentos dos sócios e herdeiros são aplicados na gestão da empresa? Do patrimônio/sociedade e na família?

 6) Banco de Conselheiros Certificado IBGC

Busque diversidade para ter efetividade.

  • Que competências você precisa adicionar na administração da sua empresa por meio de um conselheiro?

 

Léia Wessling é psicóloga, empresária e diretora da Light Source. É coordenadora da Capítulo SC do IBGC.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove − 16 =